Tag: paredes

FÓRMICA X LACA: quais diferenças?

 • 

Para que a gente não fique, mais uma vez, perdidos e sem saber qual era aquele tipo de material que viu “na casa de fulana” ou numa revista ou novela ou algum lugar e queríamos colocar na nossa casa, mas não sabemos diferenciar e nem seus prós e contras, chegou a vez deles: o revestimento em Fórmica e a Laca. Cada um tem sua função e indicação, mas, muitas vezes o que vai diferenciar na escolha é o nosso gosto e, claro, o bolso!!! Hahaha.

Então, vamos entender as suas funções e exemplos a seguir!!!

formica

A fórmica é muito comum e bastante usada por marceneiros há muitos anos. Atualmente, existem tantos tipos de cores e texturas de fórmica que, muitas vezes, nem parece que é aplicação. No entanto, precisamos ser bem cuidadosos na hora de aplicar, caso vocês queiram colocar “a mão na massa”, ou se é um marceneiro, se ele tem um bom acabamento, pois, algumas vezes, ficam tão ruim as emendas que, “acaba” com o móvel ou seja lá o que estiver sendo aplicado.

Mas, também se souber aplicar direitinho, não tem diferença entre um revestimento feito por nós e/ou marceneiros e aqueles de fábrica e digo isto porque, mesmo acostumada com eles no meu dia a dia de estudante e blogueira, pensei que o revestimento de um móvel da casa do meu primo era de fábrica e não era.

Quanto à Laca, a gente pode até se arriscar a fazer em casa, seguindo vários cuidados como uma limpeza bem feita previamente, retirando todos os resíduos e poeira e seguindo os passos da aplicação bem direitinho, porque se ficar qualquer sujeirinha, a laca passa e cola e vai ficar à mostra na pintura “forever”. Então, se não souber, existem pessoas especializadas só nisso!!!

laca

Se ainda está na dúvida, mais umas dicas para saber o que é melhor para você neste momento (gosto e bolso, é claro):

- Laca é mais caro do que a Fórmica, porque é um acabamento mais delicado, “mais artístico”, mas que, em compensação, dá um acabamento nas quinas das peças de madeira bem mais bonitos do que a Fórmica.

- Se gosta das duas, não tem problema, pois você pode escolher mais de um tipo de revestimento/acabamento no mesmo móvel. Assim, alia o gosto e ameniza o orçamento. A dica em usar os dois seria colocar na parte interna com revestimento em fórmica – economiza e protege mais, caso caia perfumes ou outros abrasivos, e na parte externa, para ter um visual mais elegante, usa a fórmica.

- A fórmica tem mais resistência do que a laca;

 

E agora?! Acabaram as dúvidas? 

 

Links: 1

Móveis espelhados: um toque de luxo

 • 

O espelho, que começou a ser usado desde a época do nascimento do Estilo Rococó, na França, nos salões dos Castelos e Palácios, e que aqui no Brasil foi uma febre nos anos 70 e 80, sempre será um toque de luxo e requinte em qualquer ambiente, em qualquer época. No entanto, mais do que isto, a sua função, se não das mais importantes, é a de trazer mais claridade, amplitude, aconchego e leveza ao ambiente. Assim, com o uso de espelhos, pode-ser conseguir um jogo de sensações e de ilusão de que o ambiente seja maior do que realmente é e ajudar à luz natural e a artificial a se propagarem ainda mais dentro daquela casa e/ou ambiente.

Para os adeptos à sabedoria oriental do Feng Shui, o uso dos espelhos é um poderoso em aumentar o fluxo de energia na casa – mas, é importante saber onde posicioná-lo, segundo estes ensinamentos. Veremos isto em outra matéria, em breve. ;)

Como eles são sempre bem-vindos nas paredes de vários ambientes, como salas, quartos, banheiros, corredores e até cozinhas, acabaram saindo delas e se incorporando também nos móveis de forma super moderna. Assim, a gama de opções de uso de espelhos numa casa aumentou ainda mais e tornou possível transformar a decoração e alguns móveis simples, em belos destaques devidos aos seus efeitos impactantes e agradáveis aos olhoso que, por sinal, “ser agradável aos olhos” é uma das filosofias do Estilo Rococó que falamos acima e que foi incorporado há tanto tempo de forma super nobre por este fato.

Antigamente, os espelhos eram rebuscados, com texturas ou desenhos, como são os famosos espelhos venezianos. Mas, hoje, eles são mais retos e lisos para retratar a ideia da modernidade (mas, nada que impeça de usar no estilo mais rebuscado, como veremos a seguir ) e permitir que apenas o seu reflexo seja seu destaque. No entanto, mesmo sendo um item agregado também pela modernidade, devido ao uso ao longo da história, é considerado um “clássico moderno” e um “coringa da decoração”, pois ele sempre combina com tudo e todos os estilos, e, geralmente, é colocado como ponto de destaque do ambiente.

Entretanto, deve haver moderação em seu uso, como com qualquer outro item de decoração em destaque, e para não errar, use de outros móveis mais discretos e com outro estilo para fazer um contraponto. Uma boa dica também é colocar outros objetos lindos em cima dele, para que ele reflita e faça um belo conjunto, como arranjos, por exemplo.

Para se inspirarem, selecionamos algumas imagens e exemplos de mobiliários espelhados e a sua forma de uso:

casa.com2 casa.com3 clickinteriores clickinteriores2 favoritaplanejados fotosenoticias preto-marfim.blogspot preto-marfim.blogspot2 schiavinis schiavinis2 schiavinis3 www.acasadetododia.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...