Cadeira de palha bordada

 • 

Não lembro se contei pra vocês que minha mãe faz um Ponto Cruz fantástico! Ela arrasa até no avesso. Sou privilegiada com as belas toalhas e bordados dela… Aliás, a família toda, porque todos já pediram de presente. Já falei pra ela que deveria vender, mas ela diz que gosta de fazer como distração e não obrigação. Quem sabe não a convenço de fazer umas personalizadas para um sorteio aqui. Quem iria querer? :)

Por causa de ter nascido vendo este bordado, fico encantada toda vez que o vejo aplicado em vários locais que não sejam os tradicionais. Este foi um deles e que me apaixonei totalmente!!! Vi esta criação no Blog My Poppet e resolvi inspirá-los também. Resumindo a história desta cadeira: foi achado no lixo (o meio ambiente agradece), lixada e envernizada antes de começar a fazer seu belo Ponto Cruz, com as linhas que já tinha em casa. Ou seja, 0800 total, este projeto, né?!

E claro que para fazer uma dessa, tem que seguir o mesmo processo que se faz normalmente nas toalhas, por exemplo. Então, primeiro passo é sempre demarcar o meio (eu nunca tive paciência pra ficar contando quanto tinham pra lá e pra cá e acho que foi por isto que desisti de aprender, porque Mainha sempre disse que tinha que fazer isto, mesmo sendo chato…) e pensar em como vai ficar o fundo dela, escondendo sempre as linhas, pois se numa toalha é importante, imaginem numa cadeira?

 Pena que aqui em casa, nem na casa da minha mãe tem cadeira assim. Se tivesse, seria mais uma arte da minha mãe pra mim. Hahahaha

Gostaram? Alguém faz Ponto de Cruz? Vão aderir?

Quarto de Games

 • 

Tantas coisas aconteceram desde o início do ano e nem deu tempo para contar todos os babados que rolaram na minha vida. Um deles foi que no início do ano saí do escritório que estava e comecei estagiando com uma amiga designer de interiores Gabriela Alencar que fiz lá na Casa Cor PE 2012 que trabalhei, lembram?

Sempre a admirei muito, por ser jovem, inteligente e tão batalhadora na vida dela… É daquelas que corre atrás e pensa suuuuuper positivo, nada de baixo astral com ela. Ficamos amigas de cara. Sintonia mesmo, sabem como é? Parece que nos conhecemos há tempos.

E, se eu já adorava tê-la conhecido, amei ainda mais quando fui convidada para estagiar com ela e com uma outra arquiteta lá da Casa Cor Laura Fonseca e que, por sinal, eu tinha adorado o ambiente dela lá, com uma escada suspensa maravilhosa!!!

Estou amando estar aqui. É bem família, sabe? E poder acompanhar o que elas criam, é fantástico. Cada uma com cada ideia maravilhosa!!! :)

Bom, mas, num desses dias no estágio, descobri/lembrei que, um ambiente que eu tinha visto há um tempo de uma designer daqui de Recife e que ameeeei e que sempre pensava nele, não é da danada da Gabi? Gente, pude elogiar pessoalmente e dizer que o quarto da casa dela é o sonho do meu marido. Hahahahaha E ela disse, que era o do marido dela também.

Claro, então, que eu iria trazer aqui para inspirar todas, né?

O marido dela faz coleção de bonecos e foi um local super apropriado para expor e compor o ambiente.

 

Estes pufes liiiindos de viver, um de estampas em quadrinhos e o outro de vinil vermelho com pés palito preto, foi uma paixão dela na loja virtual Presente Passado, para dar um ar mais retrô anos 50/60 ao ambiente e sair da mesmice dos quadrados, né?! Digam se não ficou sensacional? “Produção, mande 50 lá pra casa”. Hahahaha 

Agora, estas bolinhas de sinuca na parede, é que mataram meu pobre coração. Ela adaptou a ideia da loja Ovo e criou um lindo, igual e bem mais em conta. Nesta loja, cada bolinha custa R$150,00. Ela comprou cada bola por R$7,00, cola araldite e parafusos sem cabeça, enviou para o marceneiro fazer os furos e no outro dia ele pregou nos locais que ela tinha marcado. Ba-bei!

E vocês, o que acharam?!

Aos poucos, de volta

 • 

Oi meus amores, tudo bem? E as mamães, curtiram muito o seu dia? Um beijo especial para todas elas… E para as de animalzinho também, como eu! :)

Bom, quem acompanha a fanpage, sabe que eu dei uma sumida daqui porque estava cheia de problemas pra organizar minha vida e que quando ia começar a continuar com a vida normal aqui, minha cachorrinha poodle Mel adoeceu e acabou indo embora muito rápido e possivelmente, foi Leptospirose (mesmo vacinada, pegou, pois as vacinas não cobrem todas… E se o animal pisar e lamber as patas, pode pegar… E, acredito que tenha sito isto… Portanto, usem os sapatinhos – era contra, mas diante disso, é melhor – ou sempre lavem as patas deles ao chegar em casa e não andem com eles perto de esgotos e nem quando chove).

Ainda não estou bem para falar disto nem um pouco… Está difícil demais aceitar a sua partida… Peço até perdão à Deus por não aceitar, pois sei que Ele é perfeito e que teve que ser assim, porque chegou a hora dela… Enfim… Mas, não aceito e não posso negar isto… Sinto como se ela fosse aparecer a qualquer momento… Que vou olhar pro canto e vou vê-la deitadinha como ficava. Hulk, meu dog, vive a procurando quando chega na casa da minha mãe e tenho notado que ele nem tem mais aquela alegria de antes quando está lá. Bom, a vida segue, né?! Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito preciptadamente, meu pai, antes de completar uma semana da ida dela, trouxe uma pequena fox paulistinha que dei o nome de Nina. Ele disse que não era para substituir, mas para trazer um pouco mais de alegria para a casa, pois estávamos parecendo zumbis. A intenção foi boa, mas, como disse, muito precipitada, pois sei que parece maluquice, mas me sinto traindo minha Melzinha… Não consigo me apegar a cachorrinha, como eu vejo que minha mãe, mesmo sofrendo muito, está conseguindo… Eu precisava passar por este luto, da falta, da ausência e esta cachorrinha (linda e trelosa, por sinal), me deixa mais confusa. Bom, aos poucos vou desabafando um pouco aqui com vocês, pedindo conselhos, ajuda, pois eu queria agradecer imensamente o apoio, as orações, as palavras de força, de carinho que vocês me deram. Não imaginam como era e é bom abrir e ver uma mensagem de vocês.

Finalmente, consegui, pelo menos, sentar aqui para escrever para vocês, pois ando meio desanimada, sem cabeça e também muito cheia de coisa da facul pra dar conta. Mas, como eu amo vocês, amo tudo isto aqui que conquistei e não vou permitir abandonar o que eu amo e sim lutar e seguir em frente, estou voltando. Aos poucos… Não tanto quanto eu gostaria… Pois estou indo devagar com tudo. Entendem?

Tenho já uns posts bem bacana para trazer para vocês, pois mesmo off daqui, quando surgiam as ideias, ia anotando. :)

Uma linda semana à todos. Beijo especial em cada um.

Fiquem com Deus.

Seu rolo de pintura personalizado

 • 

Estou precisando dar uma tapa no visual daqui de casa, porque desde que nos mudamos, está a mesma coisa por causa de tantas coisas que acontecem que acaba que não sobra tempo nem pra planejar nada… Embora isso me deixe profundamente agoniada, porque detesto mesmice, coisas sem graça ou “nada demais”. :) Gosto mesmo é de inventar, mudar do nada e depois de um tempo fazer tudo de novo!!! :) Dá a sensação de que estamos em uma casa nova.

Eu fico pensando que no dia que a gente comprar nosso apartamento, depois de anos morando ali, tenho a impressão de querer comprar outro, porque morar no mesmo lugar forever não é bem minha praia. Hahahahaha Enquanto isso, vou mudando a decor. :)

Daí uma coisa que eu estou precisando MUITO é pintar aqui em casa, pois ela continua com a mesma pintura e a nossa “sorte” é que quando nos mudamos já tinha uma parede diferente. Salvou no momento, mas agora, nem aguento olhar pra ela.

Então achei ideias para a gente mesmo criar nossas texturas, desenhos, personalizar com nosso jeitinho. E olha só que ideia bacanérrima de recortar figuras em e.v.a e colar no rolo?! Ameeeei!!!

Mas, querendo algo mais “adulto”, pega cordão e enrola no seu rolo de pintura. Dá um efeito lindo!!! O problema de descobrir as ideias boas é ficar sem saber qual usar, porque do jeito que eu gosto de tudo, minha casa ia virar uma salada. Hahahaha

Imagens Pinterest.

Laço de papel no seu presente

 • 

Oi meus amores, estou sumida, não é?! Mas, como já avisei lá na fanpage, está complicado para dar conta de ser: esposa, dona de casa, estudante, estagiária, mãe de dog e tudo mais que tem direito. Estou fazendo até quadro de horários pra dar conta e estou colocando ele em teste… Vamos ver, né?! :)

Bom, como está chegando o Dia das Mães, vamos pensar no presentinho dela, né?! Mas, antes de definir o presente, sabemos que uma bela embalagem é fundamental de qualquer presente! Pra isso, não precisa ser requintado, podendo ser até de papel, como este molde aqui.  em pdf.

Olha como é fácil:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...